17/12/2015

Capitulo 40 - Escolha Perfeita


"- Vai ser o verão mais tenso das nossas vidas - Justin disse 
- E o que vamos aproveitar enquanto estamos perto um do outro.
- E o que vai ser depois?"


Justin Bieber Pov.

Lembro de quando  fiz essa pergunta para ela - ri pensando - Iludidos por um amor de colegial! Foi apenas eu entrar no avião para Londres novamente e ela me dar um "Adeus" do lado de fora que tudo desmoronou, namoro virtual não funcionou com nós, algum tempo depois até a afiliação entre as duas empresas foi desfeita. Todos nossos laços tinha se desfeito. Agora com 24 anos eu me perguntou, onde ela esta! Que só a vi dois anos depois que tínhamos terminado, em uma viajem com minha ex namorada ao Hawaii, ela agiu normal e foi super simpática, até hoje não sei noticias dela, Chris vive vindo aqui, Chaz engravidou uma mina e não quis assumir a criança, mas hoje fica só Love com seu filho Pool, Melly e Ryan separaram o ano passado, isso sim durou, mas eu estava brigado com ele, não vivi o romance, a seis meses que voltamos a nos falar, os quatro juntos, morando na mesma cidade, que o mesmo grau de amizade. Chris e eu trabalhamos na empresa do meu pai, Chaz comprou uma boate. DIZ ele que vai fazer faculdade, mas enrolou três anos e ainda não fez bosta nenhuma. Ryan esta fazendo direito, mas vive fora da linha.

- Justin chegou e-mail para você - minha secretaria disse e eu assenti entrando no mesmo e recebendo uma especie de carta.


"Senhor Bieber, agora posso realmente lhe chamar assim! Se lembra de mim? Magali, sua antiga diretora, que apertou sua orelha nas piores horas e estava sorrindo nas melhores? Estou aqui para fazer um convite para vim a nossa escola, participará de uma palestra para nossos alunos, sobre o projetos de vocês, Jovens Lideranças do Bem, não consigo entrar em contato com todos, mas o nome Bieber não é muito difícil de ser achado, não é mesmo? Se toronou um grande homem, e espero você aqui na semana que vem, um grande braço"


Sorri ao ler, e respondi que estaria lá, seria legal incentivar os muleques, novamente bateram na minha porta.

- Entre - falei
- Deborah acabou de chegar
- Fala que não estou
- Ela viu seu carro, Justin
- Qual é Chris, inventa alguma coisa
- Aquela mulher é doida, não vou mexer com ela, você que terminou com ela, agora você doma a fera - o olhei entediado e ele saiu, me levantei e fui ve-la
- por que não espera eu chegar em casa? Estou no trabalho 
-Não é justo o que você fez comigo, me iludir, dizer mil e uma cosias bonitas e depois dizer que não queria me machucar e que não levava nosso amor a sério? Que droga é essa? - ela disse
- Eu  só não quero machucar você 
- Ta me machucando ficando longe - ela disse  seus olhos lacrimejaram e ela colocou a mão em meu peito - Tem outra ai não tem? - perguntou olhando nos meus olhos e eu apenas assenti com meu rosto.
- Você sempre soube que eu amava outra, você disse que tentaria, e eu não quero tentar mais, eu olho pra você e lembro de um passo meu, meus melhores momentos, com outra pessoa. - Ela fitou o chão e suspirou 
- Tudo bem! 
- Eu quero que você fique bem - peguei seu queixo.
- Vou tentar.
- Não quero que tente, você vai ficar bem - beijei sua testa e apertei contra meu peito.
- Chato
- Chata - ri e acariciei seus cabelos.

Ela era importante para mim, mas nesse meu coração de pedra, não entrava ninguém.

[...]

- Não acredito que a gente está aqui novamente - Ryan disse olhando aquela enorme escola, as garotas passando, os garotos as olhando discretamente.

- As garotas, estão mais gostosas - Chaz disse
- Qual é cara, elas tem 16 anos - Chris disse o olhando sem sentido.
- Tem corpo do mesmo jeito meu filho - rimos.
- Não acredito que vocês realmente estão aqui - Ouvimos uma voz e nos viramos ao ver Magali sorridente e veio nos cumprimentar animada.
- Como estão crescidos e bonitos, tornaram verdadeiros homens - ela disse com brilho nos olhos ao nos ver
- Venham, vou levar vocês a sala para preparem suas coisas - ela se virou e fomos a seguindo, eu olhava cada detalhe, cada parede, eu olhei um corredor e eu me lembro, do meu beijo com Rebecka bem ali, eu estava ali novamente, senti meu estomago embrulhar e sentir meu sangue ferver
- Quero que respirem fundos antes de entrar ali - ela disse apontando para a porta e olhamos sem entender.
 E ela abriu e entramos e senti as portas serem fechadas atrás de nós, mas meus olhos estavam fixados em algo  ou alguém que não achei que veria durante muito tempo
- Melly - fui até ela correndo e a abracei profundamente e ela sorriu e me apertou de volta.
- Chris, Chaz - ela sorriu e foia té eles
- Aff, se eu soubesse que você estava aqui, não tinha vindo - Ryan disse
- Cala boca seu idiota, só eu que cresci você não - virou as costas para ele eme abraçou novamente, Ryan fingia que não se importava e eu fingia que eu acreditava
- Ele vai ficar com ciumes - sussurrei e ela riu
- Não tem problema, ele merece.
- Ai gente, eu e Chris vamos dar uma volta e rever o lugar querem ir? 
- Vou ir ver, mas quero ir sozinho - disse e eles assentiram e saíram com o Ryan dando empurrões na Melly e ela retribuindo.

Dois imbecis. 

Eu estava andando nos corredores e havia vários quadros com foto das nossas turmas, a galera toda, isso era demais, no final do corredor tinha uma garota, que olhava uma foto fixamente e eu  passei ao lado dela mas parei ao ver rápido seu reflexo, e me virei lentamente 

- Boa tarde - sua voz saiu doce como sempre e senti minha respiração ofegante eu não sabia o que eu faria.
- Não vai me dar um abraço? - ela disse sorrindo e veio até mim e me abraçou. Eu tenho que abraçar? Que? Claro que eu tenho. Apertei ela contra mim, e eu queria sorrir.
- Quanto tempo não vejo você, Becky - alisei seu rosto e seu cabelo e ela sorriu fraca e fitou o chão.
- Quanto tempo... - ela suspirou - Você não mudou nada
- Você ficou mais linda - rimos e estava sem graça.
- Você vai dar palestra também? - perguntei
- Não, vim matricular minha filha - ela disse arrumando seu cabelo atrás da orelha, e eu engoli seco. Ela tinha uma filha?
- Você tem uma filha?
- Sim, ela vai vim pro berçário, tem um ano - sorriu fraca.
- Não sabia que tinha se casado
- Não me casei, apenas um caso que não tinha que ter acontecido.
- Como assim?
- Quer saber mesmo o que aconteceu, Justin? Nossas vidas se descruzaram a tanto tempo... 
- Quero.
- Eu me apaixonei, ou achei que tinha me apaixonado por um cara, e quando soube que eu engravidei ele nunca mais apareceu na minha frente,fim.
Não sei o que aconteceu comigo, mas eu senti uma raiva absurda, meu corpo fervia, minha cabeça latejou e eu fechei os olhos, como algum filho da puta arrombado, faz isso com ela? Uma garota doce? Um mulher tão... Minha?
- Mentira
- Verdade 
- Eu... Não sei o que dizer
- Nao precisa dizer nada
- Qual noma dela?
- Maddie - sorriu e eu sorri
- Quero conhece-la 
- Mostro ela a você depois - olhei em seus olhos, tudo parecia ser como antigamente, dois garotos de escola, que se odiavam por amar. Ela me olhava calada, eu estava com vontade e conversar sobre nós.
- Quer conversar? - ela parecia ler meus pensamentos.
- Você e seu poder de ler minha mente.
- Apenas te conheço como ninguém mais conhece.
- O que pode acontecer entre a gente ainda? - perguntei sem ao menos pensar antes.
- Como assim? Voce tem namorada.
- Não tenho
- Mas e a garota do...
- Não faz mais parte da minha vida 
- Apaixonado.
- Nunca mais senti amor na minha vida.
- Trabalho?
- Herdei da empresa mesmo
- Eu também - rimos.
- Olha - ela pegou minha mão mas quando isso aconteceu, foi o ápice, eu cheguei mais perto do que deveria, senti seu cheiro de rosas, ela ainda usava o mesmo perfume, ela deu um passo a atrás e olhou pro retrato na parede.
- Somos nós - ela disse e eu vi nós dois lá, de mãos dadas, sem ninguém 
- Lembro desse dia... foi quando...
 - Sim, quando terminamos por causa de você beijando a Tiffany no banheiro - rimos.
- Nossa, que saudade.
- Sente saudade? - ela me olhou franca e eu apenas balancei a cabeça e olhei para aqueles lábios.
- Todos estão aqui, não vamos deixar um dia como esse em branco, noitada.
- Vou ter que chamar uma bábá - riu 
- Ou a gente fica olhando ela - porra Justin.
- O que?
- Nada, desculpe, pensei alto - olhei para o teto e esfreguei meu rosto 
- Você e seu jeito sem jeito, perto de mim, sou a mesma ainda, babe, sem vergonha - ela beijou o canto da minha boca - Venha, quero ver o povo - ela puxou minha mão e eu apenas a segui.

[...]

- MENTIRA - Melly e Becky riam de altos assuntos.
- Ai, que saudade que eu estava de você - Melly disse a abraçando. 
- AI QUE SAUDADE EU ESTAVA DE VOE AMIGA, UI - Chaz imitou voz de mulher e todos riram.
- Olha quem não mudou nada - Becky o abraçou 
- Me ame menos Beckinha 
- Não tem como - beijou a bochecha dele.
Bateram na porta e a Magali entrou.
- A palestra foi ótima, parabéns a todos vocês - sorriu e sorrimos entre a gente - Tomara que curtem o tempo juntos e recuperem o que perderam não é mesmo?
- Vamos curtir - respondi e ela sorriu.
- Vamos sair hoje galera - falei e todos sorriram.
- OK night, todo mundo lá meia noite - falei e assentiram.
- E Vou me arrumar - as meninas levantaram e os meninos começaram a sair.
- Nos vemos mais tarde - Becky disse e saiu andando de pressa pelas escadas 
- Se continuar olhando assim pra ela, vai dar na cara - Ryan disse
- Dar na cara o que?
- Que quer ela
- Não quero ninguém
- Finge que não, que fingo que acredito - ele piscou e saiu descendo as escadas.

00:30 - OK NIGHT

Becky tinha acabado de chegar, eu estava ansioso, para ve-la, arrumada como sempre, com seu toque sexy, com seu cheiro maravilhoso, com seu olhar que me levanta, quem é a gravidade perto do olhar da Becky?

Ela estava deslumbrante, com seu cabelo solto totalmente liso, seu corpo definido, aquela bunda enorme, seu cheiro tirava o cheiro de álcool do lugar, fechei meus olhos me contendo, e a cumprimentei normalmente. 

Ela se aproximou de Ryan e os dois ficaram conversando durante meia hora, rindo e lembrando de seus passados, bebi o quanto precisava e cada vez que ouvia sua risada, tudo em mim parava, eu ficava excitado, doido querendo virar e jogar ela na maldita parede e a beijar.

SE CONTROLA DESGRAMA

- Então é assim? Você não fala comigo? - ela aparecer ao meu lado.
- Eu tambem não sei o que esta acontecendo comigo
- Eu sei
- O que é?
- Adrenalina, saudade, vontade
- E um pouco mais
- Me poupei de falar - riu e eu acompanhei
- Sinto sua falta Bieber - ela disse fitando o chão e eu fiquei sem reação ao ouvir suas palavras.
- Foi difícil pra mim te deixar - falei 
- Ainda não superei, na verdade, nunca encontrei alguém que fez o que você fez, que me amou igual voe amou, a verdade é essa. 
- Estamos aqui agora - falei a olhando e pegando sua mão com sua bebida e a colocando sobre o balcão 
- Estamos aqui agora...
- Não quer reviver o passado, pelo o menos por uma noite?
- Quem vive de passado é museu, eu topo, escrever outra historia.

CONTINUAAAAAAAAAAA?

                  

            FELIZ ANIVERSARIO PRA MIMMMMMMMMMMMMMMMM!!!!!!!!!!!!
                 15 ANINHOSSSSSSSSSSSSSSS UHUUUUUUUUUUUL!!!!!

                                                     8 COMENTARIOS???????????
                                            DE PRESENTE MEUS MAORESSSSS

                          BEIJAAAAO ATÉ O PROXIMO CAPITULO!!!!!!!!!!! 





14 comentários

  1. É seu niver? 15 anos, melhor idade kkk, parabéns. Ja li alguns capítulos dessa IB, é perfeita, pena que não tenho tempo para ficar lendo IB ( Isso que da ser viciada em série kkk, tem tempo pra nada ). Vi que você colocou a afiliação, mais esqueceu de apagar o seu link :/ kkk, ja coloquei a afiliação no meu Blog, ai é só você arrumar aqui. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Poohh Feliz Niver ... Não espera que a história continuasse assim mas okay kkk eles tem que escrever outra história junto mesmo e até melhor ... To amandoooo continuaa

    ResponderExcluir
  3. Feliz aniversario amoreee... Leitora nova akiii... Amei o capitulo... Amo sua fic de coração, ela me causa mts arrepios e emoções diferentes kkkkkk continua
    Ludy =)

    ResponderExcluir
  4. PUTA QUE PARIU
    MORTA
    ENTERRADA
    GAROTA DO CEU QUER ME VER MORTA?
    Parabeeeens atrasado!! SAHSUAHS
    Nao me lembro se ja comentei aqui, mas enfim leio sua fic dsd o inicio shaushaus acho q ja comentei, mas sei la.
    Vou ali gritar mais um pouquinho.
    OMB OMB QUE CAPITULO PERFEITO OMB OMB JESUS AMADO
    Voltei, continua logo essa bagaça.

    To com preguiça d pegar a url do meu blog, mas visita lá Uma Paixão Eterna.

    Continuaa logoo
    Beijos com glitter roxo.

    ResponderExcluir
  5. Continuaa quero saber oq vai acontecer!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Feliz aniversarioooo, to um pouco atrasada mas okay.
    Sou leitora nova mas já li a fic toda, já pode continuar. Ta muito fodaaaa. Cara, só eu que to achando que a menina é filha do Justin?

    -Loulii❤

    ResponderExcluir
  7. Continuaaaaaaaaaa pelo amor de deuuuuuus pfvvvvv

    ResponderExcluir
  8. Já tem 11 comentários continuaa

    ResponderExcluir
  9. Acabei de ler toda dnvo, continua vc é d++

    ResponderExcluir
  10. Oiii amor poderia ler minha fanfic? Ficarei grata eternamente http://imaginebelieberalmagemea.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir