20/05/2015

Capitulo 29 - Escolha Perfeita

"Só você faz meu coração pegar fogo, É, vou te deixar guiar o caminho. Pois eu não estou pensando direito. Minha cabeça está girando, não cosigo enxergar direito. Pelo que está esperando?Me ame como só você faz, me ame como você faz. Me toque como você faz. Pelo que está esperando?" - Ellie Gouding
Antes que eu pudesse falar alguma coisa Justin acertou um soco na casa de Zayn que estava com o rosto muito normal vendo o que estava acontecendo, seus olhos tinham um brilho como e ele gostasse de tudo aquilo, Justin se virou e saiu andando e eu até pensei em ir atrás mas eu precisava me trocar
SAI.DAQUI.AGORA – falei pausadamente para Zayn e ele saiu com seu nariz sangrando do vestiário e eu não tinha força pra chorar, mas eu coloquei na minha cabeça que daria tudo certo,  eu vou conversar com ele, Justin vai me escutar, ele apenas estava nervoso, eu vou explicar pra ele, nós vamos voltar e vai ficar tudo bem – Pensei.
Coloquei minha roupa rapidamente e sai correndo do ginásio e o Ryan me parou no meio do caminho
- Não da pra conversar agora Ryan, to com pressa – tentei passar e ele me puxou novamente – PORRA RYAN JÁ FALEI QUE NÃO – explodi o empurrando e ele puxou meu braço com mais força
- Não acredito que você fez isso com ele, porra ele ta quebrando tudo,eu  achei que você fosse melhor que isso Rebecka – ele disse me olhando enojado
- Ryan eu não fiz nada caralho – falei começando a sentir as lagrimas agarrada na garganta
- Eu to tentando acreditar em você, mas se vocês não se resolverem, ele vai matar o Zayn e depois você, vai lá Becky agora – ele disse e eu apenas balancei a cabeça e corri para o quarto.
No corredor não se escutava nada, não havia ninguém por aqui, nem o Justin, o meu Justin. Abri a porta do seu quarto e tinha algumas coisas no chão inclusive uma foto nossa, porem toda repicada, os lençóis jogados no chão, e nada dele por aqui. Senti meu estomago revirar e a culpa subir em mim, eu queria gritar, chorar, berra par ao mundo, eu me odiava. Pensei bem aonde ele poderia estar e eu acho que sei onde Justin se encontra.
Passei correndo no andar de baixo entre as meninas do ensino fundamental, e elas nem perceberam minha presença, então sai pelo jardim e corri o Maximo que podia  para o quarto que o Justin havia nos levado, o nosso espaço.
Um metro da porta eu já ouvia barulho de coisas se quebrando, passos duro no chão, e leves gritos grosso vindo de lá dentro, sem pensar duas vezes abri a porta e ele estava de costa para mim e se imobilizou, ele sabia que era eu.
- Some daqui – ele disse firme
- Não, não vou deixar sua raiva impulsiva transformar nós nisso, deixar voce quebrar tudo pela raiva, voce devia me ouvir – falei dando um passo a frente e ele se virou calmamente para mim
Seu rosto vermelho, seus olhos inchados, seu cabelo extremamente fora do lugar e a dor estampada em seu olhar.
- Não existe mais “nós” – disse com frieza e eu senti as lagrimas caírem forte e quentes em meu rosto, como se uma faca estivesse entrando no meu peito.
                                  
- Não fala assim, me escuta Justin, eu não fiz nada com ele, eu estava no provador e ele chegou me beijando por trás e eu achei que era você, eu juro amor – falei deixando as lagrimas caírem sem dó e ele parecia não ouvir nada, ele não expressava sentimento nenhum.
                 
- Não mente para mim, eu te perguntei, eu te dei tudo, para mim topar com uma cena daquela? Garota eu fiz tudo por você, eu me acabei uma vez por sua causa, eu deixei esse amor tomar conta de mim, para você me trair com aquele merda?  -  foi grosso.
- Para, para de falar assim, se acalma e nós conversamos com calma, eu amo você e você me ama, por favor... – ele me interrompeu esmurrando a parede  e gritando
- PARA DE TENTAR ME CONVENCER COM ESSAS PALAVRAS HIPÓTRICAS,  VOCÊ NÃO ME AMA, VOCÊ NUNCA ME AMOU, ME VIA COMO UMA DIVERSÃO E UMA JOGADA PARA ATACAR TIFFANY POR QUE ELA ME QUERIA, DESDE O COMEÇO EU PODIA TER OUVIDO ELA, EU PODIA TER SIDO MUITO MAIS FELIZ, MAS SUAS PALAVRAS FALSAS  ME  COMPRARAM NÃO É? – ele gritou chorando e eu estava soluçando negando com minha cabeça.
- PARA DE FALAR SISO, EU AMO VOCÊ MAIS QUE A MIM MESMA, EU DEI TUDO PRA VOCÊ TAMBÉM, EU TENHO QUE CONVIVER SABENDO QUE VOCÊ SEI LA QUANTAS VEZES TRANSOU COM A GAROTA QUE EU MAIS ODEIO, EU TE PERDOEI DE SUAS MERDAS E VOCÊ NÃO QUER ME PERDOAR POR UMA COISA QUE NÃO ACONTECEU? ELES ESTÃO CONSEGUINDO NOS SEPARAR -  falei firme e sem mais forças para aquela conversa e ele virou a mão num vidro que caiu no chão e eu tapei o rosto
- PARA, PARA COM ISSO – eu corri até ele e o empurrei na parede, ele estava chorando descontroladamente  igual a mim, ele tentou se soltar, mas ele estava sem forças
- Voce me enganou – ele disse baixo deixando uma lagrima cair.
            
- Eu amo voce,ele não encostou em mim – disse colando nossos rosto – Justin, por favor me escuta, lembra ontem? Eles fizeram o plano, mas deu errado por que nós não deixamos eles nos separar, eles tentaram de novo e olha o que aconteceu? Vai deixar eles vencerem? eu amo voce porra, eu amo muito – ele me olhava com ternura e estava aos soluços e seus olhos se abaixaram dos meus olhos para meus lábios e eu colei sua boca na minha e ele ficou imóvel
- Quero um tempo para pensar Rebecka – ele me distanciou e eu neguei com a cabeça
- Não faz isso com a gente, é isso que eles querem – deixei mais uma lagrima cair.
- Eu estava desconfiado, eu te perguntei, eu me abri com você e você me disse uma coisa, mas hoje presenciei outra – ele disse
- Eu disse a verdade voce presenciou uma mentira, eu não sabia que ele chegaria? Foi tudo uma armação, acredita em mim Justin
- E quando que isso vai parar? Eu vou ter que te ver beijando ele em palcos? Ver você de toalha com ele te pegando? E sempre perdoar? Até quando? Vou te fazer uma pergunta e quero que seja sincera.
- Isso  vai acabar quando pararmos de deixar eles tentarem nos destruir, quantas vezes eu vou te ver beijando a Tifany? Quantas vezes você vai ficar com raiva de mim e transar com ela? E eu vou ter sempre que perdoar? E sim Justin pode fazer sua pergunta por que eu vou te responder com sinceridade por que você é a única pessoa do mundo que não tenho coragem de mentir – ele continuava com a mesa expressão, mas agora seus ombros relaxaram e suas lagrimas pareciam ter cessado.
- Quantas vezes você já transou com o Zayn?
EU estava incrédula com sua pergunta. Como ele pode perguntar isso pra mim?
- Nenhuma, mas posso falar quantas vezes eu dormir com você – disse grossa – Você tem problemas? Eu nunca me entregaria para outro homem, você esta achando o que de mim? Que sou uma vadia qualquer? Deve estar me confundi sabia? Eu sou a Rebecka Ross, sua namorada, não a Tifany
- Não mente pra mim, voce já ficou com ele diversas vezes, e hoje ele te viu só de toalha, se é que estava com aquilo antes – não pensei duas vezes minha mão acertou bem forte em seu rosto.
- EU POSSO TER FICADO COM ELE, MAS É NA SUA CAMA QUE EU DURMO, ELE PODE TER ME VISTO DE TOALHA, MAS QUEM ME TOCA E QUEM ME BEIJA E ME LEVA AO PARAISO É VOCE, SUA VISÃO DE MIM AGORA É DE UMA PUTA NÃO É? EU, QUE ESPERAVA OUTRA COSIA DE VOCE, NÃO ESSE COMPORTAMENTO, VOCE NÃO SE IMPORTA COMIGO JUSTIN, ESSA É A VERDADE – as lagrimas voltaram.
                   
- EU NÃO ME IMPORTO COM VOCE? EU FAÇO TUDO POR VOCE
- Então agora é sua vez de me responder sinceramente
- O que é?
- Quando você disse que me amava, você estava falando serio? – ele me olhou serio por alguns segundos e falou:
- Eu ainda amo – disse com sua voz falhada
- Entao por que não acredita em mim? Por que não me dá UMA chance? Se eu quisesse ele eu estaria lá, já te disse isso uma vez! Você se deixa levar por emoções, você deixa qualquer coisa que bate na gente, nos quebrar, que porra de amor é esse? HIEN JUSTIN? QUE PORRA DE AMOR É ESSE?
- Voce partiu meu coração – ele começou a chorar novamente, e isso me fez chorar, eu queria tirar aquela dor dele, eu queria senti-lo em mim, eu queria dar ele esperanças, o fazer feliz, como antes ele fosse.
               
Justin Bieber Pov.
Minha cabeça não processava com Becky tão próxima de mim, mas a dor que eu sentia era de matar, eu não sentia ódio dela, mas... porra, MEU CORAÇÃO, ELA RANCOU TUDO DE MIM, ela tirou todas as esperanças que eu tinha de ser feliz com ela,  ela tirou tudo. Nós estamos fracos, se é que existe ainda “nós”.
Eu sentia uma vontade de fugir, ficar sozinho para pensar na tristeza que eu sempre sofro por causa dela, por causa do amor.
- Eu posso concertar, você acha que  o meu esta inteiro? Como no começo de tudo? Metade dele nem existe mais,  Justin não tem um mês de namoro, um mês que demos nosso amor como primeiro lugar e olha onde estamos?  Onde esta suas palavras? “Eu serei seu ouro, sua prata, nós poderíamos ficar sem teto, mas eu ficaria com você, contato que você ame, eu atravessaria todas as barreiras para chegar até você!” Onde estão elas? EU AMO VOCE, EU AMO VOCE, EU AMO VOCE, É ISSO QUE IMPORTA – ela estava chorando e me puxou com força para um abraço e molhou toda minha blusa com suas lagrimas, Rebecka  parecia desesperada tanto quanto eu. O pior era que eu amava essa garota, como jamais havia amado alguém.
- Por favor acredita em mim Justin, eu amo você, eu não vivo sem voce, eu preciso, por favor – ela disse chorando alto e em soluços
                      

                       
- Para de chorar – pedi pegando seu rosto e acariciando e olhei para seus lábios e os taquei, a virei na parede com força e passei minha língua na sua dando inicio a um delicioso beijo.
                         
Eu não sei se estou sendo o cara mais idiota por perdoar ela, mas porra, eu não vivo sem a Becky, a MINHA Becky, eu poderia estar sendo idiota, mas ela esta chorando, ela esta implorando, a minha garota esta sofrendo tanto quanto eu.
Estou deixando meu inimigo conseguir o que é MEU, apenas MEU.
NINGUEM, NINGUEM VAI TIRAR A REBEKCA DE MIM, NINGUEM VAI DESTRUIR O QUE TEMOS, EU VOU PROTEGE-LA COMO UM ESCUDO, EU A MAO E É ISSO QUE IMPORTA.
Descolamos nossos  lábios e terminamos o beijo com alguns selinhos.
- Hey –  chamei e ela me olhou miudinha, acaricie sua boca e seu olhos e beijei sua cabeça – Eu também amo você.
                         
- Justin posso te pedir uma coisa? – ela disse passando os braços em meu pescoço
- O que você quiser
Me ame como só você faz.
         
continua?????????????
 ................................................................................................................................................................................
MINHA ASK PARA FALAREM COMIGO 
9 COMENTARIOS E EU CONTINUOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
AMO VOCESSSSS, NAO ESQUECEM DE FALAREM COMIGO O QUE ESTAO ACHANDO, SEGUEM O BLOG, PARA AJUDAR, TEM POUCOS SEGUIDORES  :(
MINHA ASK
( Beggin on your knees, vou continuar sexta feira)

    

10 comentários

  1. uhuuul, acabei de seguir o blog gataann! Eu estou amando a fic, não tenho ideias para melhorar mas se eu tiver aviso! Bjss continua

    ResponderExcluir
  2. O que estou achando ??
    Esta Marvilhosa... Muito emocionante esta linda. estou AMANDO
    Parabens.
    Continuaa ......

    ResponderExcluir
  3. Esta Maravilhosamente maravilhosa.. estou achando o Maximo , parabens voce e uma otima escritora.
    Continua, por favor.
    Beijos (:

    ResponderExcluir
  4. Ta mttt maravilhoso continua
    Se vo morrer ali kkk
    Bjuss

    ResponderExcluir
  5. Continuaaaaaaaaaaaaaaáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ta MARAVILHOSO PERFEITA

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus perfeição essecapítulo... (como se os outros não fossem kkk ) então Agora o Zayn e a Tifany idiota tem que sofre quem eles pensam que são rum.... kkk continua anja...

    ResponderExcluir
  7. OMG.......
    ESTA PERFEITA,...... CONTINUA LOGA GATA....

    ResponderExcluir
  8. Leitora nova to amando continua

    ResponderExcluir