22/01/2018

Nobody Sees: Capitulo 35 - Segredo 62

Imagem relacionada

Justin Bieber P.O.V
Acordei coma cabeça zonzando e olhei para os lados e vi o Ryan me encarando.
- Ainda bem que você acordou, vai querer ver ela agora? - perguntou e eu fiquei desentendido 
- Nós dormimos juntos Ryan, como assim ver ela agora? - me sentei não entendendo a que ele se referia.
- Dormiu com ela, Justin? - ele arqueou a sobrancelha - Skylar está tomando soro e sendo medicada desde a hora que você a trouxe, você caiu no sofá dormindo e te trouxemos pra cá, acho que você sonhou com essas paradas ai - ele disse e eu me levantei exaltado.
- Onde ela está?
- No seu quarto, ela está te esperando - ele disse e eu passei pela porta como um raio e corri em direção ao meu quarto, ela estava olhando para o teto e eu corri até ela.
- Você está bem? - Logo aproximei nossos rostos - Me desculpa, me desculpa, isso tudo é culpa minha - falei segurando seu cabelo enquanto eu selava nossos lábios.
- Não é não, eu a provoquei - ela disse me dando um beijo devagar e um leve sorriso. Ela parecia abatida

- Me da um abraço, por favor - ela não hesitou em me acolher com um braço já que o outro estava com o soro, eu a apertei e a cheirei o máximo que eu podia. 
Minha metade, puta que pariu.
- Vou cuidar de você - acariciei seu rosto
- Você já faz o que pode - deu um mini sorriso doce e senti todo meu corpo amolecer
- Então vou fazer mais do que eu posso - falei firmemente - O que aconteceu com você não vai ficar em vão, eu vou acabar com a raça da Talyssa - olhei dentro daqueles olhos azuis e Sky parecia deprimida.
- Senhor Bieber? - O doutor entrou no quarto e voltamos o olhar pra ele.
- Um de seus homens já foi buscar os remédios dela e estão todos no quarto de hospede, ela pode ficar no soro até acabar, depois a enfermeira que vai ficar lá embaixo, fará os últimos curativos e ela tem que ficar em repouso absoluto, deixei dois atestados lá embaixo e qualquer coisa me ligue.
- Algo grave? - perguntei
- Tem lesões que precisam de cuidado para não pegarem infecções e inflamar e causar algo maior, ela tem que se alimentar bem e tomar os remédios no horário certo, ela vai ficar meio dopada, mas é para passar a dor, todo cuidado é pouco - concordamos e ele se retirou
- Quero que isso acabe pra eu tomar um banho - ela bufou e fiquei fitando aquele rosto, ela mexe tanto comigo.
- Vou ficar aqui com você, até isso acabar - tirei meu tênis e minha blusa e deitei no lado dela e beijei a lateral do seu pescoço.
- Para - ela fechou os olhos mordendo os lábios e aquilo despertou uma vontade em mim que me deixou tonto.
- Quero que a gente se resolva - falei distribuindo beijos naquela região e ela ficou totalmente desorientada
- Quando eu ficar melhor - ela mordeu meu lábio inferior sussurrando - Nós vamos fazer um puto amor a noite inteira e eu vou matar toda essa saudade - ela gemeu bem gostoso no meu ouvido e eu apertei sua cintura e ataquei seus lábios com vontade, minha mão desceu em sua intimidade a apertando e ela gemeu me olhando
- Assim não dá, Skylar, eu preciso de você - eu não estava conseguindo me conter. Com a mão que ela estava me arranhando, ela desceu até meu amigão e o tirou para fora e começou a fazer o que eu precisava sentir, aquilo era demais.
Ela aumentou a pressão e sua mão estava fazendo um movimento muito mais gostoso e muito mais excitante, eu mexia em seu cabelo e ela fazia caras e bocas me olhando, até que com o passar do tempo meu limite chegou e meu líquido saiu, aliviando boa parte da tesão que eu estava sentindo.
- Eu até aceitaria alguma coisa, mas meu corpo tá dolorido e minha mente só está funcionando em uma coisa - ela disse com uma expressão de fúria.
- Em que?
- Como eu vou matar aquela vadia - falou irritada
- Não faz isso - a repreendi 
- Não tenta me impedi, se não eu faço pela suas costas - Skylar disse com tanta precisão 
- Então vamos fazer isso juntos, mas eu mato ela, não quero suas mãos sujas com isso, morreu assunto - disse e quando ela ia abrir a boca para debater eu a cortei - Acabou o assunto.
- Agora chupa essa porra de novo que eu amo sua boca gostosa nele - ela me olhou sorrindo safada e foi descendo a boca até meu pau e voltando com seu trabalho 
Se passou algumas horas e a enfermeira tirou tudo de Skylar e América chegou para manter a calma com a prima.
- O que disse pra minha mãe e meu pai 
- A verdade! Que uma garota te pegou e Justin foi te salvar, seu pai está louco querendo saber onde você está, mas eu não passei o endereço e disse que eu estava vindo te buscar. 
- Então vamos logo - ela tentou se levantar, mas eu a segurei.

- Não faça esforço - disse a pegando no colo 
- Avisa meu sogro que eu vou lá te ver e ficar com você, ele querendo ou não - ela tombou a cabeça pra trás rindo.
Desci com Skylar enquanto América pegava as coisas dela, e fui a distraindo até chegarmos lá em baixo, ela fantástico a fazer sorrir. Não tinha coisa melhor.
Skylar Mayer P.O.V 
Cheguei em casa e meus pais pouparam as perguntas e me deixaram descansar, após algumas horas eles entraram no quarto e queriam conversar
- Precisamos conversar - meu pai disse e eu fiquei séria
- Pode falar - fui fria
- Quem fez isso com você? - perguntou
- Um garota morta - eles se entreolharam
- Você não vai matar ninguém, Skylar - apenas o encarei serenamente e voltei minha atenção ao teto
- Eu disse que a companhia desse garoto faria mal a ela, ela está dizendo em matar alguém - ele disse olhando para minha mãe.
- Deixa eu te falar uma coisa, Malton - Eu disse bem firme á ele - Justin me SALVOU daquela vadia, e disse que não me deixaria fazer nada com ela por que não me quer nessa vida, se ele que é o homem da minha vida não conseguiu parar, não vai ser você. - disse bem seria e ante que ele avançasse em mim minha mãe o segurou
- MALTON, PERDERÁ SUA RAZÃO - gritou
- Eu sou um Juiz filha, posso a colocar atrás das grades - ele tentou me convencer.
- Pai para de ser tolo - dei uma risada - esse povo da Máfia tem mais poder do que o ministério dos Estados Unidos todo, você coloca a garota na cadeia e ela sai de lá te caçando três dias depois, essa briga é minha, não entra no meio disso -  deixei claro.
- Não
- Então está me forçando tirar você disso - eu não ia desistir
- Você quer que eu concorde em você matar alguém?
- Ela pode se afogar sozinha, eu só jogo na água, por que se eu não tivesse sido salva, ela tinha me matado sem dó
- Por que ela é uma pessoa ruim, Skylar - disse
- E eu sou mais - Me interromperam
- Gente - America chegou à porta e todos a olhou - Ele chegou
- Ele não vai entrar na minha casa - meu pai disse arrogante como sempre
- Já estou aqui e acho melhor você não tentar me impedir de vê-la - ele apareceu na porta e eu dei um sorriso de lado e minha mãe me olhou surpresa, ela gostava dessa coragem do Justin, por mais que ele seja rebelde, ela consegue ver o coração que ele tem.
- Sai da minha casa - meu pai disse
- Skylar está mal, precisa de descanso, vamos pra sala daqui a pouco vem vê-la Justin, tudo bem? - minha mãe o olhou e ele me olhou e eu assenti e ele concordou e foram todos então suspirei fundo, minha cabeça estava querendo explodir.
America me ligou e eu comecei a ouvir a conversa da sala.
- Você a induziu matar a garota? - meu pai disse a Justin
- Jamais faria isso, eu disse a ela para deixar esse assunto comigo, que ela não vai fazer nada - explicou-se
- Você tinha que ir pra cadeia junto com a puta que fez isso com minha filha - esbravejou
- Quando você provar algum crime que eu cometi a gente pensa no assunto - ri, tento ter o respeito com o senhor por ser pai dela, mas você está pedindo pra me te odiar.
- Não quero me ame, quero você afastado da minha filha
- Não terá isso, desculpe! - deu uma pausa - Quando eu fizer mal á ela, eu te dou a oportunidade de falar isso, até por que quem consola os choros dela devido ao modo que você a trata, sou eu.
- Malton, ele quer ajudar, pelo menos uma vez na vida escute alguém que não seja você mesmo - minha mãe disse.
Um silencio permaneceu por alguns minutos e meu pai disse em seguida
- Eu quero a garota na cadeia
- Ela é igual cobra, ela não fica na cadeia e assim que sair de lá ela dá um jeito de matar Skylar, deixa que eu cuido dela
- Você vai mata-la? - meu pai perguntou e eu estava pedindo a Deus pra Justin negar por que eu tinha certeza que era uma cilada
- Não, vou conversar com ela e pedir pra ela ir embora, Skylar caçou com ela também - suspirei fundo por ele ter sido esperto
- Acha que vai adiantar?
- Sim - Justin respondeu - Posso ir lá vê-la?
Não ouvi mais nada só sei que segundos depois ele entrou no quarto e veio em minha direção e eu o abracei com toda força que eu tinha e vi minha mãe olhando de greta na porta, ele me deu um beijo e ela sorriu saindo dali.
- Nós vamos matar ela ok? - ela sussurrou no meu ouvido e eu sorri e ele deitou ali
- Vim passar um tempo com você por que hoje a noite eu vou sair pra caçar uns filhos da puta - falou
- Quem?
- Estão me devendo, e tenho que bolar um plano pra várias ciladas - ele disse me selando
- Vou ficar aqui no tédio?
- Sim, precisa descansar - disse
- Quero comer sei lá uma pizza - ele começou a rir
- Realmente você não consegue ficar quieta né?
- Não - fiz bico e ele riu
-  Estou te achando muito pensativa, me conta o que você ta tramando ou te deixo trancada aqui - me ameaçou e eu bufei
- Vou matar ela, simples - o fitei sério
- Não vai aguentar o peso de ter a vida de alguém nas mãos - disse
- Então eu a quebro até ela parar de respirar, depois você só tampa o nariz dela por dez segundos e você que vai ter matado ela - sorri cinicamente  e ele riu
- Fechado - ele me deu um beijo
- Vamos ter que ficar nessa merda aqui? - olhei com tédio para os lados
- Não - abri um sorriso - Você vai, por que tenho serviço a fazer - Justin veio até mim e me abraçou e me deu um beijo na testa e disse que voltaria assim que desse.
Justin Bieber P.O.V
Era como se o tédio me consumisse, eu precisava de ação, adrenalina, raiva, prazer, tudo ao mesmo, então por mais que não era de costume, eu e os meninos decidimos ir a Los Angeles resolver umas coisas. Sim, do outro lado do país. Deixei guardas disfarçados por conta da proteção da casa da Skylar e de qualquer passo que ela desse e America estava avisada que qualquer situação suspeita era para entrar em contato comigo na mesma hora.
Peguei meu jato assim que cheguei no aeroporto e ao longo do voo, fui preparando minhas armas.
- Chaz, você conseguiu localizar a casa do filha da puta que desviou esse dinheiro?  - perguntei a ele 
- Não, mas acho que Chris conhece um parente do cara, ele e o Ryan vão resolver essa parte - respondeu, porem atento ao seu computador.
- Onde está o Jaxon? Ele não falou comigo hoje nem ontem - perguntei
- Canadá, ele foi resolver umas coisas lá.
- RYAN - o gritei e ele saiu de onde estava e veio
- O que foi?
- Que mau humor é esse? Falta de Rola? - o zoei e Chaz gargalhou 
- Só se eu meter, quer? - respondeu com deboche 
- Eu meto bala, quer? - ele se sentou  e respirou fundo
- Fala Dude, o que é? 
- Preciso que quando você chegue lá, olha aqueles bagulhos do galpão 62 - Chaz olhou rapidamente para mim e ficou sério 
- Você disse que não ia mexer com essa porra mais, Justin - Chaz se alterou
- Ainda estou pensando, mas preciso deixar bem feito e organizado pra quando eu vender o comprador não ter reclamações - respondi
- Se a Skylar DESCONFIAR... - eu o interrompi
- ELA NÃO VAI - lancei um olhar matador - E você não vai abrir o bico - ele fechou a cara e entrou no cômodo do avião e eu voltei a fazer o que eu estava fazendo
Passou algum tempo chegamos ao destino, então desci daquele avião e pegamos um carro direto para a casa que eu tinha aqui. 
- Estou indo para o Galpão - Ryan disse pegando uma bolsa com suprimentos e foi 
- Chaz, liga pro Chris, o manda encontrar com a gente na cede dos Hellers, e manda os homens irem pra lá - disse e peguei meu carro e segui até o destino. 
No caminho, liguei para Skylar para ver se ela estava bem e Graças a Deus ela estava e a pedi encarecidamente para não se meter em problemas, pois não teria como eu a ir socorrer.
- Senhor Bieber - um de meus homens disse quando me viu sair do Veículo 
- Quero todos em ordem em dois segundos - mandei e assim ele deu um grito e todos eles saírem da cede e Chaz e Chris chegaram.
- BIEBER VAZOU ALGUMA INFORMAÇÃO, A CASA DO PAUL FOI RECUADA E INCENDIADA A 10 MINUTOS - Chris gritou enfurecido olhando em seu notebook
- O QUE? - o olhei com ódio 
- Saiu daqui de dentro - Chaz disse olhando para meus homens 
- Então temos traidores aqui? - dei uma risada e peguei minha arma 
- Mas Senhor, todos eles são homens de confiança - Adam abriu o bico e eu mirei bem em sua boca 
- Não justifique seu erro, eu te dei apenas uma ordem, manter todos meus serviços em ordem e cuidar de todos que trabalham comigo e nem isso conseguiu fazer.
- Então? - me virei aos homens - Quem vai ser o primeiro abrir o bico? Ou quem vai ser o primeiro a morrer? 
- QUEM ME TRAIU PORRA? - gritei impaciente - OU TEREI QUE MATAR TODOS? 
- Não estão com cara de quem vão falar - Chaz deu um sorriso maligno 
- Então pois bem - Chris atirou na cabeça do que estava na sua frente
- Quem é o próximo? - me virei para eles novamente e apontei para o primeiro na minha mira 
- JHONATAS - um cara gritou ao meu lado direito 
- Dallas, eu não acredito - o cara disse e me olhou com os olhos marejados e eu gargalhei 
- Nem para arrumar amigos bons você prestou - falei caminhando para perto dele 
- PRA QUEM VOCÊ TRABALHA - Chaz gritou 
- Eu já sou um cara morto - argumentou - Pra que vou dar o que vocês querem? - disse cuspindo as palavras 
- Para eu não caçar sua família e matar cada um deles - disse olhando em seus olhos e vi o medo vagar em suas entranhas 
- Silas, eu trabalho pro Silas - ele disse abaixando sua cabeça 
- Dallas, cuida da Lilly, por favor - ele disse olhando para o amigo que o entregou 
- Esse é seu último pedido? - dei uma risada - Isso aqui não é filme - olhei para ele e atirei em sua cabeça 
- ISSO É O QUE ACONTECE COM TRAIDORES, EU ESPERO MAIS NINGUÉM AQUI ESTAR CONTRA MIM, POR QUE SE ESTIVER, EU TRANCO TODOS NUMA CÂMERA DE GÁS E MATO TODOS - gritei 
- SIM SENHOR - Gritaram Unidos 
- Quero informações de Silas em uma hora, então depressa - disse e todos começaram a se mexer para dentro da casa 
Meu telefone tocou 
- Ryan, o que foi? - me arredei do local para atendê-lo 
- Tenho um recado para você - ele disse 
- Fala logo
- Arlow quer comprar sua mercadoria - disse
- Galpão 62? Por quê? 
- Cada bandido com seus motivos, só sei que ele quer, mandou um de seus homens vir negociar - respondeu 
- Diga a ele que vou negociar essa proposta e que nada entre nós está resolvido - desliguei o telefone e voltei para dentro 
- Bieber, acho que encontrei onde ele está - um cara disse 
- Onde? - me virei pra ele 
- Nessa casa...
- QUERO TODOS LÁ FORA - gritei - AGORA 
Com meu sangue fervendo eu vi cada um fazendo sequência na minha frente 
- Eu acho que o show de agorinha não foi suficiente! 
- O que aconteceu Bieber? - Chris perguntou chegando perto de mim 
- Acho que temos uma pista de onde o tal Silas está - falei tranquilo e reparei no semblante de cada um, até ver um que pareceu assustado 
- Pegamos a feição dele, digital, tudo - completei e o cara deu um passo pra trás e eu atirei em sua perna 
- OLÁ SILAS - ele gritou com a dor 
- NÃO SOU O SILAS - gritou 
- É SIM E QUERO SABER POR QUE VOCÊ PEGOU 2 MILHÕES DE DOLLARES DO QUE ERA MEU - chutei seu abdome 
- Justin tem certeza? - Chaz perguntou
- Sim - respondi e voltei a chuta-li, eu teria um dia longo
Depois de muito trabalho e cansaço eu consegui relaxar um pouco, chegou umas putas aqui em casa e os caras começaram a sacanear com elas.
- Você é o único que não está se divertindo - uma delas sentou no meu colo 
- Eu tenho uma namorada - falei encarando aquela morena gostosa 
- Não estou vendo ela aqui - ela começou a beijar meu pescoço e eu me vi ficando tonto com tanto luxúria 
- Eu já disse que tenho namorada - a empurrei no chão e me levantei 
- Vou ao Galpão 62 - falei e peguei meu carro e fui até lá.
Entrei e comecei ouvir os ruídos e vi meus homens lá.
- Tudo certo por aqui? - perguntei 
- Sim Senhor! - respondeu 
- Vamos nos mudar, prepara tudo por aqui, vocês vão para Atlanta - lancei um sorriso



CONTINUA?

Me perdoe pelos meses sem postar, mas aconteceu uma coisa na minha vida que FUDEO tudo, mas voltei, VOLTEI e a fic também voltou e está quase ao fim... tem mais uns 15 ou 20 capítulos, espero que gostem!! 



CONTINUA MARAVILHOSAS? 5 COMENTÁRIOS?!!!!!
LÁ VEM HISTÓRIA...
    Abri Ask.fm perguntem lá @mandspeixoto 

>>>>>>>>>>NINGUEM NÃO COMENTA MAIS DE UMA VEZ. <<<<<<<<<
GENTE VAMOS CHEGAR A 50 SEGUIDORES.
COMENTEM COMENTEM COMENTEM!

7 comentários